O dia se espatifa: Confissão inconfessável: não sei fazer turismo

sábado, 31 de maio de 2008

Confissão inconfessável: não sei fazer turismo

Eis mais um dos defeitos que enchem a minha galeria pessoal de imperfeições. Eu não sei fazer turismo. Não gosto da idéia de programar um dia inteiro, recheando-o com pontos de interesse e cumprindo o compromisso a risca. Gosto de sair de casa com um objetivo em mente, mas na maioria absoluta das vezes acabo me distraindo com um ou outro detalhe fora dos planos e deixo tudo para trás. Se gosto de um lugar específico, acabo voltando a ele duas, três ou mais vezes, deixando novos lugares para um outro dia, uma outra viagem, uma outra vida.

Hoje, a dois dias de voltar para casa, me dei conta de que fiz isso de novo aqui na Califórnia. Desta vez, porém, graças às parcerias, que sabem ser turistas, acabei fazendo passeios (e fotos) tipicamente turísticos, o que foi legal. Ao mesmo tempo, me dei conta de que acabei não fazendo algumas coisas que faria sozinha, como pegar um livro e ficar lendo dentro da City Lights em São Francisco. Sim, eu curto fazer nada em dólar mesmo, embora não tenha nenhum sobrando.

Os últimos dias foram cheiíssimos: road trip a Los Angeles, hospedagem na linda Santa Monica, passeios por Venice e Newport Beach, Indiana Jones 4 em LA, passeios por Beverly Hills e a calçada da fama, fotos em Malibu, almoços em Sausalito, Santa Bárbara e Carmel, passeio embasbacante pelo Big Sur na Highway 1, almoço em Napa e visita à vinícola Sterling (com direito a passeio de teleférico, apesar da minha vertigem), almoço mexicano em São Francisco, bonde até o Fisherman`s Wharf, compra na Macy`s, jantar na casa de um casal tipicamente californiano, com direito a torta de cerejas frescas feita em casa.

Hoje e amanhã estão reservados a São Francisco. Ainda não fui a um museu sequer, nem caminhei por um parque, nem fui a uma Barnes & Noble, nem entrei numa loja de discos, nem passeei de barco... Não vai dar tempo de fazer tudo. Acho que isso deveria estar me incomodando, mas como não sou uma boa turista, não está.


Postado por Cássia Zanon

6 comentários:

  1. Selso Vicente31/05/2008 12:18

    Sou assim também, odeio aquelas pessoas que ficam apressando os outros para continuar a jornada. Visito alguma coisa e vou logo procurando algum lugar, um bistro, pub pode ser, para simplesmente ficar alí olhando as pessoas e o lugar.
    www.conversasemgeral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Selso Vicente31/05/2008 12:26

    Sou assim, saio para visitar um local, gasto um tempo por ali. Depois quero parar, entrar num pub, bistro, ou só ficar numa praça olhando as pessoas e o lugar.
    www.conversasemgeral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Mas vc foi para San Francisco e esticou em Los Angeles. É muita coisa mesmo. Em LA vc fez coisas interessantes. Visitou vinícola, o que é sempre legal. Liga não.

    ResponderExcluir
  4. Tatiane viana castro04/06/2008 06:38

    Oi Cássia!
    Eu adoro viajar, mas é facil tornar um passeio agradável em um grande martírio. Na minha última viagem levei mais em consideração a qualidade e não a quantidade, e curti muito mais.

    No turismo acho bom não dar tempo de fazer tudo, pois assim tu sempre fica com vontade de voltar e continuar...hehehe

    Ps.: A não, mas na Barnes & Noble tu tem que ir...hahaha

    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Eu odeio bandeirinhas de guias. Alias, tenho problema com guias. Alias, ha diferencas entre turistas e viajantes. Eu fico com o segundo grupo.

    ResponderExcluir