O dia se espatifa: Perdão se divago

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Perdão se divago

Há alguns períodos da vida em que temos certeza de que sabemos aonde queremos ir, o que queremos conquistar, quem queremos ser. Com o tempo, aprendemos que são justamente nesses momentos que alguma coisa acontece, e tudo o que tínhamos como certo muda. Na maioria absoluta das vezes, mesmo que não pareça inicialmente, a mudança é para melhor.

Há dois meses, eu estava vivendo um desses momentos. Tinha conseguido canalizar a minha energia para focos específicos, organizado objetivos e traçado planos de muitas coisas - inclusive dos livros que queria ler e dos filmes que queria ver.

Daí que, claro, a vida veio e me deu um chacoalhão. Mas um chacoalhão daqueles bem violentos, que desviam completamente a perspectiva. O chacoalhão ainda está reverberando, o que de certa maneira explica o tom um tanto quanto esquizofrênico deste blog ultimamente, mas posso dizer que já estou voltando ao ponto da sintonia fina - já deu até para tirar o bombril da antena.

Perdão, portanto, se volta e meia eu divago. É que ando precisando falar sobre o chacoalhão, ainda que em código, para que o mundo volte a fazer algum sentido. Ainda que, ao menos aparentemente, tudo esteja mudando mesmo para melhor.


Postado por Cássia Zanon

Um comentário:

  1. Adriana Schnell10/02/2009 12:06

    Sem códigos, passei pra te deixar um beijo!!!

    ResponderExcluir