O dia se espatifa: Repertório

domingo, 11 de dezembro de 2005

Repertório

Hoje eu me dei conta de que, para o dia em que o meu talento for descoberto por uma gravadora, já tenho seis CDs planejados:
  1. Bossa Nova
  2. Standards de Jazz
  3. Beatles
  4. Soul Music
  5. Bregas
  6. Música de protesto latino-americana

33 comentários:

  1. Não adianta insistir, só revelarei as minhas escolhas mediante proposta de contrato ;-)

    ResponderExcluir
  2. Pago o que for pra ver Cássia Zanon cantando músicas de protesto latino-americanas.

    ResponderExcluir
  3. Oba. Marca hora e local, Lari, que eu canto vários do Victor Jara e da Violeta Parra!

    Um dia eu já fui comunista, como todos que têm coração

    ;-)

    ResponderExcluir
  4. Já que a conversa é música, vcs nem que poderiam me ajudar. Lá, no "Vinícius", postei:

    "Ah, Cássia me tira uma dúvida. Há tempos, década de 80, vinha por aqui por Belém um músico. Muito bom. Gaucho. Quero encontrar as músicas dele. Escutar as atuais e as antigas (isto é, se ele continua por aqui). Só lembro de duas coisas (algo que ficou arquivado na cabeça dum garoto de 15 anos): 1º) Ele, num dos "shous" entrava de corcunda - isso mesmo! - para, logo em seguida, 2º) tocar uma música longa, que falava algo sobre Moscou, esquinas (mas, acho que era uma referência à ditadura). Ah, e gritava o nome de uma pessoa, um personagem central da história da música.
    Se não estou viajando na maionese, quem é (ou era)?"

    Please!!!

    Lafayette

    ResponderExcluir
  5. Vitor Ramil, I presume. www.vitorramil.com.br/ O "Ramilonga" é o melhor.

    ResponderExcluir
  6. É mesmo, Firpo!

    Lafayette, eu e o Márcio, meu marido, ficamos tentando lembrar quem poderia ser, e não nos ocorreu o Vitor Ramil...

    Ramilonga realmente é muito bom. Mas eu também gosto bastante de Tambong.

    ResponderExcluir
  7. Posso meter o meu bedelho? O personagem da corcunda era o Barão Vamp de Sato, que ele assumiu durante a temporada Midnicht Satolep.
    A m? que fala em Moscou e esquinas ?Loucos de Cara", do disco "Tango".
    O nome que ele gritava durante o show, provavelmente, era de outra m?, "Joquim", que tamb?est?o "Tango".
    O bar?tamb?gritava, durante o show, "Ich veiden", que at?oje eu n?sei o que significa (se ?ue era para significar alguma coisa), mas que era para o p?o parar de aplaudir.
    Sim, gosto do Vitor Ramil pra caramba.

    ResponderExcluir
  8. Ufa! Obrigado a todos. Leandertal acertou em cheio. Lia o que ele escreveu, e ouvia o que o corcunda...

    ResponderExcluir
  9. Égua (expressão genuinamente paraense que pode significar várias coisas, mas, neste caso, é espanto, raiva e chateado - acho que algo parecido com o bah - é assim que se esvreve? - de vocês), joguei Vitor Ramil, Victor Ramil, rammil e o submarino só faltou me perguntar que era o tal! O Nei Lisboa, só um, o sétimo dele, mas ESGOTADO! :-(

    ResponderExcluir
  10. As AMERICANAS.COM, também não conhecem o Vitor Ramil, ou suas variações, mas me disse que, com Ramil, tem um Kledir, com o livro "Tipo Assim", mas, er?ndispon?l no momento. :-(
    De Nei, s?Lisboa: Carlos do Carmo - Coliseu dos Recreios de Lisboa; Carlos do Carmo - Lisboa Menina e mo? e, Madredeus. Ora, pois, pois. :-(
    Mas, vou contiuar procurando.

    ResponderExcluir
  11. Lafayette. Acho que dá para comprar pelo site oficial:
    www.vitorramil.com.br
    Recomendo enviar um e-mail antes, no formulário de contato, para confirmar se os preços estão atualizados. R$ 18 me parece muito barato. E esse site já tem uns dois anos.
    Talvez os do Nei possam ser comprados no site oficial do Nei. Lá tem o e-mail da produtora:
    www.neilisboa.com.br
    Queremos ainda agradecer à Cássia por ceder espaço em seu blog para este momento comercial-cultural.

    ResponderExcluir
  12. Adoro Bossa Nova... só queria saber o que teria nesses seus CD's... fiquei curiosa! :-) Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Gente!
    Esse serviço bem prestado está ótimo... :-)
    Eu também queria ver a Cássia cantando música de protesto latino-americana. De preferência vestida de hippie que não toma banho, né, Cássia???
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Ah, não, eu seria uma hippie asseada. :-p

    ResponderExcluir
  15. Obrigado Leandertal, vou seguir tua diga. Ps.: Mas, o que é, ou melhor, quem é Tambong?

    ResponderExcluir
  16. Lafa, Tambong é um disco do Vítor Ramil. O meu preferido é "A paixão de V segundo ele próprio".

    ResponderExcluir
  17. Valeu, Peri Patético. Tô, só agora, correndo atrás dos discos. Tá complicado. Do Nei, vou, inicialmente, atr?do "Hein?", 1988, pois, tem as m?s que me trazem boas lembran?. Mas, acho que n?vai ser f?l. Antes, j?ou mandar buscar o "Hi Fi", 1998, pois tem "Norwegian Wood", e tenho um projeto musical pessoal chamado "Beatles pelos outros" (depois de anos e anos de pur?o - o que, ainda n?consegui superar, por exemplo, com as m?s do Chico, que, pra mim, s?lem naquela voz chinfrim - ah, a aquele anjo safado, um chato de um querubim ;-) ). Como o pr?o nome diz, garimpo m?s dos 4 de Liverpool, cantadas/tocadas pelos outros (em arquivos, j?ransformados em mp3, tenho pouco mais de 1GB de m?!) (tenho cada p?la! - em todos os sentidos rsrs)

    ResponderExcluir
  18. Ah, e Cássia, já pensastes cantando "Daybreak", igual o Chet Baker?

    ResponderExcluir
  19. Ou, "Let's Get Lost", igual o Chet, com voz rouca, mansa, quase "João Gilberto" - ou seria ao contrário? :-)

    ResponderExcluir
  20. Acho que, quem imita(va) o Chet ero o João, né mesmo?

    ResponderExcluir
  21. Thiago Forrest Gump17/12/2005 20:09

    Isso sim é talento.

    ResponderExcluir
  22. Lafayette, eu quero essa tua compilação! E eu tenho a minha própria versão de For No One, que ensaio desde os 12 anos de idade.
    ;-)

    ResponderExcluir
  23. Desde os 12 anos? Nossa, for no one mesmo.

    ResponderExcluir
  24. Denise, essa foi boa! Que susto hein? Mas, o cansaço mesmo é visível quando a gente não consegue nem mais ler ;-)

    Cássia, quanto a compilação, estou à disposição. Aliás, pena que isto aqui não é um messenger, que possibilita transferência de arquivo, pois disponibilizaria, agora, a Sarah Mclachlan cantando "Blackbird". Demais.

    Ops, começou começou Gabor Szabo, com seu "Dear Prudence". Eras-te, é até meio místico !!!

    ResponderExcluir
  25. Ei pessoal, o Tambong e o Ramilonga já estão a caminho de Belém. São mais de 5 mil quilômetros de viajem gra? a voc? Obrigado.
    Ps.: Comprei os 2 pra n?ter confus?;-)

    ResponderExcluir
  26. Acho que vou pedir percentual de venda ao Vitor... ;-)

    ResponderExcluir
  27. Uma divulgação dessas eu faço de graça. Já pensou se o Lafayette estivesse procurando os discos do Sambabaca e cong?res?
    :)

    ResponderExcluir
  28. Leandertal, esses "tipos musicas", encontro em qualquer esquina. Os bons. Os virtusos, só mesmo garimpando. Infelizmente, hoje em dia, ?ssim. A ind?a est?referindo Tati's quebra's barraco's e Bruna's surfitiha's da vida, a Vitor's, Nilson's Chaves's e Arraial's do Pavulagem's. estes dois ?os, algo indescrit?l. O Nilson, cantor paraense de fina estampa e qualidade musical> O Arraial do Pavulagem, grupo musical paraense, que, pra voc?terem uma id?, uma poeta paraense, dos melhores, um dia o definiu assim: -O Arraial? Ah, o Arraial n??m grupo musical, mas, sim, um evento da natureza! Jogeum os nomes dos dois no google, garimpem, adquiram! E, como diria o Roger, nos velhos tempos: -Eu rrerrcomeeedooo!

    ResponderExcluir
  29. Só faltou a sobre o Tom Waits..........

    ResponderExcluir
  30. Ih, verdade. Mas faltou também do Sá & Guarabyra ;-)

    ResponderExcluir
  31. Bá, tem como fazer com que pules do 5 pro 7????

    ResponderExcluir
  32. Enjoyed a lot!
    »

    ResponderExcluir