O dia se espatifa: Apelo aos 17

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Apelo aos 17

Em novembro do ano passado, troquei a vida avulsa do Blogger – onde espatifava meus dias desde dezembro de 2003 – pelo condomínio cheio de vizinhos ilustres do clicRBS. Fiz a mudança movida por dois motivos, principalmente. O primeiro era ter uma experiência mais próxima com a nossa ferramenta de blog, já que faz parte das minhas atribuições na unidade de Internet e Inovação da RBS pensar em como melhorar os nossos produtos tanto para o público quanto para os jornalistas que produzem o mar de conteúdo e serviços do clicRBS e do hagah. O segundo foi, como negar, a maior visibilidade. Quer coisa melhor do que estar dentro de um grande portal, mesmo sem aparentemente ter algo a acrescentar?

Em relação ao primeiro objetivo, a mudança não poderia ter sido mais benéfica. Tenho convicção de que, ao sentir na ponta dos dedos as dificuldades dos meus colegas blogueiros, estou conseguindo perceber melhor quais são as necessidades. E os amigos freqüentadores dos nossos blogs podem esperar por (boas) novidades nos próximos dias e até o fim do ano.

Já o segundo objetivo gerou um efeito contraditório. A audiência aumentou – e o conteúdo do blog eu sei que não tem a ver com isso, uma vez que sigo falando basicamente sobre o nada. Só que o índice de comentários caiu absurdamente – e o conteúdo do blog eu sei que não tem a ver com isso, uma vez que sigo falando basicamente sobre o nada.

Então, queridos 17 leitores, fica daqui o meu apelo: eu sei que a caixinha de comentários aqui embaixo não é das mais funcionais. Eu sei que o comentário só entra depois de eu aprovar (e isso é porque a nossa ferramenta não avisa quando tem comentário, e eu tenho medo de deixar algum passar batido, e não porque eu queira %22censurar%22 alguma coisa). Mas, pôxa, se vocês estão aí, dêem um sinalzinho de vida? A blogueira aqui está carente...



Postado por Cássia Zanon

15 comentários:

  1. o RSS continua parcial, o Clic continua com aquela irritante página de confirmação de região (que não é capaz de redirecionar para onde queríamos ir, depois da escolha), e persiste o limite de caracteres para os comentários. desculpa, mas é difícil ter vontade de comentar desse jeito.

    e como sou profundamente contra a banalização do uso de blogs por parte de grandes grupos de mídia, continuo achando que a mudança foi ruim para todas as partes.

    ResponderExcluir
  2. Eu estou aqui! Sempre leio o blog, adoro o fato de escreveres sobre o nada e sobre tudo, afinal! Eu também sou uma leitora diária de vários blogs aqui do ClicRBS. Não vivo sem! Parabéns pelo ótimo trabalho. Estarei pronta para dar minha opinião sobre as novidades que vierem.

    ResponderExcluir
  3. Acho que são mais de 17 leitores... hehehehehe... Eu estou sempre por aqui. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Fabiana Velloso10/04/2008 08:54

    Não precisa se sentir carente não. Todos adoram o seu blog. Melhor, adoram você. O fato de não se manifestarem não quer dizer que não estejam lendo, acompanhando os seus pensamentos e a sua opinião sobre "nada". Adoro ler os seus posts e vou continuar te acompanhando, lendo, me emocionando e principalmente me divertindo muito. Fica tranquila moça.

    ResponderExcluir
  5. Cássia, quando tu quiseres ouvir minhas 41 mil críticas à nossa ferramenta de blog, estou à disposição. :p Eu te confesso que ando muito cansada do blog, quer dizer, do quanto é burocrático postar algo. E mais: tô cansada de ser xingada (com razão!) a cada vídeo que posto. Aliás, eu não sei mais pra quem reclamar do player de vídeos.
    :-(

    ResponderExcluir
  6. Eu preciso comentar com alguém (e agora não dá mais pra fazer post sobre isso) que nem nos meus mais wildest dreams eu teria tantas alegrias futebolísticas -- Schadenfreude total -- em apenas uma semana!

    ResponderExcluir
  7. Agora, sobre a mudança de endereço: diminuir comentários é fichinha, perto do que eu tive que enfrentar -- uma rebelião da tropa! Foram quase dois meses de panela de pressão. Mas agora, pelo jeito, já passou... tu vai ver que logo os comentários voltam ao normal.

    ResponderExcluir
  8. Vamos ver se os 17 se manifestam. Sou a quinta aqui a concordar o q já foi dito pelos 4 primeiros. Estou sempre por aqui acompanhando, e se vc quer consolo, o Seinfeld fez fortuna falando sobre o nada. E eu tbem o acompanho até hoje!

    ResponderExcluir
  9. É preguiça, confesso, de preencher todos os campos. But, HERE I AM!

    ResponderExcluir
  10. Presente, querida. Presente. Sempre sempre dando aquela passada e bisbilhotada. Bem puxada a orelha da colega-leitora-blogueira aqui. :*

    ResponderExcluir
  11. Cassia, eu gosto do que escreves, tanto que estás na minha listinha de blogs preferidos mas... Em primeiro lugar, ter que preencher tooooodos os campos tooooodas as vezes desanima. (by the way, e se eu NÃO tivesse uma página na web? no comments possible então?) Em segundo lugar... Postei cometários duas vezes, acho, em posts que mais ninguém comentou (se não me falha a memória)e, apesar de teres aprovado, aparentemente eles não foram dignos de sequer um "thanks". Vai daí que...

    ResponderExcluir
  12. E além de tudo, o espaço é limitado! Preencher tudo de novo para poder terminar o comentário... Nesse meio tempo, minha memória de acesso limitado já se apagou e perdi o fio da meada...Deu prá ver que leitores tens, o que falta são comentaristas dispostos a enfrentar tudo isso pra deixar um comentário.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  13. presente!

    (ps: não vou comentar sobre o form, já que eu lembro o quanto eu adorava receber sugestões de colegas de trabalho para melhorar os canais idênticas às que eu já tinha escrito no email pra eles :-)

    ResponderExcluir
  14. Cassia, concordo plenamente, isso é muito pessoal. Só achei que não tinhas dado muita bola prô meu comentário sobre tua excelente companhia nas traduções apresentadas no Segundo Caderno.

    Forte abraço de uma tradutora-mirim.

    ResponderExcluir