O dia se espatifa: Apelo às pessoas sem pressa e sem noção

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Apelo às pessoas sem pressa e sem noção

Sim, eu sou um pouco mais estressada do que o normal. Sim, eu tenho uma pressa que me acompanha desde a mais tenra idade. Sim, eu tenho tentado mudar isso e aumentar meu nível de paciência e tolerância com uma combinação de ioga, meditação, acupuntura e autocrítica. E diminuir o ritmo tem me feito bem.

Só que quando uma pessoa fica CINCO MINUTOS na minha frente numa fila de lanchonete PENSANDO no que vai comer sendo que SABE o que tem na dita cuja HÁ ANOS, isso me irrita MUITO. O mesmo para aqueles que, num bifê, ficam HOOOOORAS escolhendo as folhas de alface, as rodelas de tomate, os grãos de arroz e – o pior de tudo – cutucando TODOS os bifes com o garfo antes de escolher o que vai para o prato.

Fica daqui meu apelo: pessoas sem pressa e sem noção alguma, por favor, por favor, respeitem um pouquinho só quem está atrás de vocês na fila? Muito obrigada.

*

Update às 18h10

Aqui embaixo nos comentários, recebi várias dicas (e até uma espécie de ameaça) de pessoas que dizem que eu provavelmente vá ter um ataque cardíaco a qualquer momento por causa da minha pressa. Talvez isso deva me alertar para o fato de que eu não esteja sabendo mais me expressar por escrito. Acho que não ficou claro que:

1 - Eu reconheço minha tendência à maluquice e estou tentando mudar

2 - Mesmo tentando mudar, não consigo deixar de me irritar com gente que não tem consideração pelos outros e acha que dispõe todo o tempo do mundo para fazer coisas que interferem na vida alheia (no caso, as pessoas que são obrigadas a ficar numa fila que seria desnecessária se o sem-pressa pensasse um pouco no próximo) 

3 - Por me irritar, não quero dizer que fique fazendo caretas ou xingando o sem-pressa. Aliás, nem ele nem quem está atrás de mim deve perceber a minha irritação. Meus batimentos cardíacos seguem tranqüilitos, tranqüilitos. Eu só faço uma anotação mental para me cuidar e não fazer isso também. E, às vezes, para transformar a situação num post polêmico como este e dar uma movimentada num blog deveras abandonado ;-) 



Postado por Cássia Zanon

13 comentários:

  1. Chefinha, adorei o post! Precisa-se criar uma comunidade sobre isso.
    Bjo!!

    ResponderExcluir
  2. como esta leitora, também sofro de estress e percebi que, se comtinuar como ela (morrendo de pressa)acabarei surtando. As pessoas tem todo o direito de serem calmas ou estressadas e temos que respeitar isso. Se você está com pressa, passe no drive do MacDonnalds e coma dentro do carro enquanto dirige. Certamente não vai encomodar as outras pessoas e nem sentir-se incomodada.

    ResponderExcluir
  3. Lela, pessoas sem qualquer pressa vão estar atrapalhando a fila do McDonald`s também. Pessoas excessivamente apressadas também atrapalham, de outro jeito. Tudo em excesso atrapalha... Esta é a "moral do post" ;-)

    ResponderExcluir
  4. Bah, na lanchonete do meu trabalho, tem gente que não apenas demora pra escolher o lanche: depois que pegou ainda pede pra trocar por outra coisa ou pede pra trocar por um "maior". Isso em pleno horário de pico das 17h. Me desculpem os não apressados, mas mesmo que você tenha muito tempo livre, existem formas melhores de se desfrutá-lo do que escolhendo lanche!

    ResponderExcluir
  5. Ao sair de casa verifique sempre se está de posse da sua carteirinha do plano de saúde, arrume uma maneira de pendurar na correntinha do pescoço e continue correndo, porém, pense... onde realmente vc pretende chegar, pq se os que lhe estão a frente lhe incomodam, os que lhe estão às costas a observam. Vc já se observou acima de vc mesma? Vc verá como os espelhos são limitados.

    ResponderExcluir
  6. julio cesar02/04/2008 13:31

    Bah, tb me estresso com essas pessoas na hora de escolher o que comer e ficam enrrolando nas saladas, são muito chatos, e quando ficam em grupos então....

    ResponderExcluir
  7. Clóvis Braga02/04/2008 13:45

    Sou uma pessoa calma e tranquila, já fui agitado como a Cássia, consegui uma Hernia no Esófago, que me causou reflúxo e quase uma úlcera, sentia muita dor no peito e pensei até que era problema cardíaco. Mudei de vida e agora procuro ter calma, principalmente ao fazer as refeições. Te cuida, és uma candidata a problemas graves se continuares assim !!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Todo mundo já se estressou nesse tipo de caso: o cara que não anda quando o sinal abriu e agente tá atrasado, o outro que resolveu andar a dez por hora por que tá falando no celular bem quando a rua tá ASSIM de carros e não dá para ultrapassar, o infeliz do caixa que resolveu conversar com o caixa vizinho bem na hora de atender a gente. Ficar irritado nesses casos é NOR-MAL. Mas não é normal continuar irritado duas horas depois; aí é sinal que algo tá mal com a gente.

    ResponderExcluir
  9. Incrível! Não é que hoje meu querido marido pediu que eu reduzisse meu estresse sob pena de `ter um treco`. E, realmente, ando mais louca do que o normal. Sobretudo porque percebo que as pessoas cada vez respeitam menos o espaço e o tempo dos outros.

    p.s.: especialmente sobre filas em bufê, me tira do sério aquele tipo que se joga em cima da comida, meio que querendo `identificar` melhor o que está servido; ou que, de fato, leva ao nariz a comida pra cheirá-la. O ó!

    ResponderExcluir
  10. Luciana Gerbovic04/04/2008 21:31

    FAÇO MEU ESSE SEU APELO!!! TAMBÉM SOU MAIS ESTRESSADA DO QUE O NORMAL, MAIS INTOLERANTE, MAIS IMPACIENTE ETC ETC ETC...E LUTAR CONTRA ESTRESSA MAIS AINDA!!!!rsrsrs

    ResponderExcluir
  11. (2) Ou ainda: o cara que pergunta "desce?", tu diz "sobe!" e ele parece que não entende, entra mesmo assim e depois sai de novo, só pra empatar a vida alheia. (ACHO QUE VOU ESTOURAR o limite de caracteres).

    ResponderExcluir
  12. Aahhhhh, COMO me identifiquei. Não com os lerdos, óbvio, que merecem os piores xingamentos do mundo. Tirando o papo do bar: elevadores são o ambiente preferido dos lerdos. Tenho pavor de gente que espera o elevador a 500 metros de distância, só pra depois empatar na hora de entrar. Homens que dão espaço pra mulher passar na sua frente em elevador apertado - e acabam tumultuando ainda mais o aperto. Gente que fica conversando na porta do elevador, segurando enquanto outros estão LÁ DENTRO. (1)

    ResponderExcluir