O dia se espatifa: Cada escolha uma renúncia

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Cada escolha uma renúncia

Hoje estava conversando com um pessoal da zerohora.com e brinquei sobre os jargões à Dilbert com que estou me acostumando – e já chego a me flagrar usando – desde que, em setembro de 2006, troquei a redação do clicRBS pelo trabalho na área de Produto da RBS Internet e Inovação. %2280-20%22, %22trade-off%22, %22escopo%22, %22premissas%22, %22alinhar expectativas%22, %22cada escolha uma renúncia%22...

Esta última frase – que também dá título ao post – às vezes martela pesado na minha cabeça. Principalmente porque tem dias em que sinto falta de trabalhar basicamente com informação e edição de texto, com dead-lines apertados, com o controle direto sobre o que vai estar escrito na tela depois de se apertar o %22publicar%22, como nos tempos de redação.

A escolha de trocar de área me fez renunciar a tudo isso. Mas os colegas editores, coitados, não se livraram da minha mania de me meter no trabalho deles...

*

Este post é para dizer que a coisa por aqui tá meio parada, mas que eu não me esqueci de vocês. Enquanto isso, fica a dica de dar uma passadinha lá no marido e ver o post superbacana que ele fez e que envolve Scorsese, Hitchcock, Natal e espumante ;-)


Postado por Cássia Zanon

3 comentários:

  1. Soldadonofront.blogspot.com21/12/2007 09:55

    Só não se pode renunciar a verdade, né.

    ResponderExcluir
  2. tiago ritter22/12/2007 12:24

    cássia! valeu pela visita. já te coloquei na lista de "visite". um ótimo natal pra ti e pro márcio! e um 2008 com mais tempo pra todos nós ; )

    ResponderExcluir
  3. Gerson de Oliveira02/01/2008 15:35

    Oi. Passei para deixar a seguinte ordem: Tu não podes deixar de atualizar este blog! Eu te proíbo!! ehehehhe Grande beijo e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir