O dia se espatifa: Saudade

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Saudade

Se não tivesse nos deixado há quase 12 anos, tenho certeza de que meu pai estaria hoje vivendo uma crise braba. Nascido a 7 de dezembro de 1947, faria 60 anos.

Quando penso em todas as coisas que não me viu fazer, em tudo aquilo que não pudemos comentar, sinto uma tristeza muito grande. Em compensação, volta e meia me dou conta de que há um pedaço dele em cada conquista e cada passo que dou por aqui, e isso me alegra demais.


*


Saudade, pai.

Postado por Cássia Zanon

3 comentários:

  1. Lindo, Cássia.

    ResponderExcluir
  2. Gerson de Oliveira11/12/2007 12:37

    Show teu texto. bj

    ResponderExcluir
  3. Eu tbem penso no seu pai nessa data e em fevereiro. Sempre leio o q vc tem a dizer dele e pra ele. Sempre me emociono. Sabe, eu tenho saudades dele tbem.

    ResponderExcluir