O dia se espatifa: Disclaimer necessário

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Disclaimer necessário

O meu querido amigo Leandro Steiw, belo jornalista que abandonou o blog delicioso que fazia, deixou no post anterior um comentário embaixo do qual me vejo obrigada a assinar, além de destacar um trecho que realmente poderia substituir a minha lista:

Cassiola, com o perdão da minha inexperiência e falta de paciência com o meu próprio blog, aquele corongo: acho que tem regras demais. Está parecendo manual de redação de jornalão. Muitas ordens para um ambiente - a internet - no qual prevalece a desordem e o progresso. Como única boa prática blogueira, eu recomendaria sinceridade. Escreva como se ninguém estivesse lendo e sem intenção de impressionar alguém. Só. E já nem levaria o meu conselho a sério. Se é regra, evite-a. E viva a ênclise.

Como eu mesma disse, nunca havia pensado nessas coisas todas sistematicamente até receber a tarefa. Isso porque a ambição do meu blog nunca foi atrair audiência, mas sim atender aos poucos leitores que compartilham das minhas preferências na vida. Só que nem todos os blogueiros têm esse desprendimento em relação ao incremento da audiência, por isso o %22manualzito%22.

*

Mais abaixo, o Codevilla, que sempre ouço na Itapema e que me honrou com uma visita e um comentário, disse outra coisa perfeitamente válida – e com a qual seria perfeitamente capaz de me identificar, se não tivesse sido irremediavelmente picada pelo vírus da vida geek:

sou do tempo que twitter é aquele falante pequenino que só sai agudo... acho que sou preguiçoso demais para estas ferramentas.

*

O blogueiro mais próximo de mim sequer leu o post que tantos comentários rendeu. Até porque no seu Jogo da Memória, o Márcio fala única e exclusivamente do que gosta e do jeito que gosta, e a audiência acaba sendo realmente conseqüência da identificação que cria com outros fãs de "velharias" como ele. E olha que tem a capacidade de reclamar que ninguém comenta nos posts dele, apesar de ele próprio não comentar nos posts alheios. Casa de ferreiro...

Em suma, vida blogueira é issaí mesmo: se tiver muita regra, acaba perdendo a graça. Só não espalhem que eu escrevi isso aqui, valeu? ;-)


Postado por Cássia Zanon

Um comentário:

  1. Fernanda Souza23/12/2007 12:32

    Adorei o conselho do Leandro Steiw!

    www.fernandasouza.wordpress.com

    ResponderExcluir