O dia se espatifa: Aviso à praça

quinta-feira, 13 de julho de 2006

Aviso à praça

Eu não vou votar nulo.

Por favor, não me façam começar a falar sobre o assunto. Vocês não querem ouvir/ler o que tenho a dizer sobre essa idéia de jerico. Não quero ferir suscetibilidades.

Obrigada.

***

Update que se mostra necessário: Eu não disse para os meus queridos leitores não votarem nulo. Não disse que vou tentar convencê-los do contrário. Só disse que eu não vou votar nulo, ponto. E ninguém vai me convencer do contrário. Não percam o tempo de vocês. Nem o o meu.

Mais uma vez, obrigada.

14 comentários:

  1. Calma Cássia! Até porque voto NULO pode ser, até mesmo, o voto dito válido... né mesmo?!

    Ou não?!

    ResponderExcluir
  2. eu acho jerico uma das palavras mais engracadas de todos os tempos.

    ResponderExcluir
  3. E Jericó é a mesma piada engraçada contada de outra forma.

    ResponderExcluir
  4. Como não Cássia!

    Por exemplo, quem votou, validamente, em Alckmin, levou, ao final, um Lembo; em Lula, levou um "FHC" mais maquiavélico ainda, e, de quebra, recebeu um Thomas Bastos de brinde; na Rosinha, levou um Mulequinho Maluquinho...

    Portanto, em vários casos, qual a diferença entre em voto VÁLIDO, para voto TOTALMENTE NULO, ou melhor ainda, PROPRIAMENTE INVÁLIDO?!

    ResponderExcluir
  5. o voto nulo não é idéia de jerico. ele serve para as pessoas que se recusam a votar em qq um, só pq tem que votar. já falei isso 500 vezes, menos pior não me serve. e tb já falei várias vezes, lamento q não tem mais cédula de papel para, além de anular, poder escrever um monte de verdades...

    ResponderExcluir
  6. O voto nulo funcionou superbem – e era compulsório – de 1964 a 1985. É idéia de jerico, sim. Como eu disse, não me façam começar.

    "Ninguém pretende que a democracia seja perfeita ou sem defeito. Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos", bem disse o Churchill, e anular uma eleição é questionar a validade da democracia.

    ResponderExcluir
  7. O post tá ficando bão!

    ResponderExcluir
  8. democracia que obriga a votar... faz mto sentido. se o churchill conhecesse a realidade do brasil, certamente teria outra citação

    ResponderExcluir
  9. Tu tá brincando de novo, né, Marcela? Porque com esse comentário a impressão que dá é que conhece tanto da realidade recente do Brasil quanto o Churchill.

    Eu prefiro mil vezes ser obrigada a votar do que ser proibida de votar. Meu Deus, é tão simples a matemática...

    ResponderExcluir
  10. eu adoro que eu levo a cássia à loucura!

    ResponderExcluir
  11. Ah, tá!

    É que eu tinha esquecido o que sigificava "suscetibilidade" ;-)

    ResponderExcluir
  12. o número de posts que havia antes do meu indicava azar.

    logo, resolvi comentar, não comentando. ;)

    ResponderExcluir